Perception of Growth Condition in the University from the Perspective of Freshmen Students

Read  full  paper  at:http://www.scirp.org/journal/PaperInformation.aspx?PaperID=53917#.VNsO-izQrzE

This study aims to analyze and assess the perceptions that freshmen students recent graduating from high school have towards their adaptation in college, as well as comprehending how this process of transition from high school to college occurs. Thus, a qualitative study was conducted, using semi-structured interviews. Eight students from a public college institution in Brazil participated in this study. Analysis of Content was used in order to analyze the data, which were grouped into semantic categories. The results show that the aspects related to teaching, didacticism and relationship with professors are important to the adaptation process and these three aspects are from interdependent categories. Although the insertion in a different environment was potentially adverse, the students cope this reality as an opportunity for personal growth. Regarding to the perception of the growth condition, the results show that the participants focused in extracurricular and curricular activities offered by the University and not in the affirmative policies.

Cite this paper

Pinho, A. , Bastos, A. , de Jesus, A. , Martins, R. and Dourado, L. (2015) Perception of Growth Condition in the University from the Perspective of Freshmen Students. Creative Education, 6, 154-163. doi: 10.4236/ce.2015.62014.

References

[1] Almeida, L. S. (2002). Factores de sucesso/insucesso no ensino superior. In Actas do Seminário Sucesso e Insucesso no ensino superior Português. Lisboa: Conselho Nacional de Educação, 103-119.
[2] Almeida, L. S. (2007). Transição, adaptação acadêmica e êxito escolar no ensino superior. Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxía e Educación, 15, 203-215.
[3] Almeida, L. S., & Cruz, J. F. A. (2010). Transição e Adaptação Académica: reflexões em torno dos alunos do 1o ano da Universidade do Minho. In Ensino Superior em Mudança: Tensões e Possibilidades. UM. CIEd. Actas do Congresso Ibérico, Braga, Portugal.
[4] Almeida, L. S., Soares, A. P., & Ferreira, J. A. (2000). Transição e adaptação à Universidade: Apresentação do Questionário de Vivências Académicas. Psicologia, 19, 189-208.
[5] Almeida, L. S., Soares, A. P., Guisande, A. A., & Paisana, J. (2007). Rendimento académico no ensino superior: Estudo com alunos do 1o ano. Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxía e Educación, 14, 207-220.
[6] Azevedo, A., & Faria, L. (2004). Transição para o ensino superior: Estudo preliminar de um Questionário de Experiências de Transição Académica. Porto: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação.
http://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/15645/2/83171.pdf
[7] Coulon, A. (2008). A condição de estudante: A entrada na vida universitária. Salvador: EDUFBA.
[8] Igue, E. A., Bariani, I. C. D., & Milanesi, P. V. B. (2008). Vivência acadêmica e expectativas de universitários ingressantes e concluintes. Psico-USF, 13, 155-164.
[9] Machado, M. C. (2009) Vagas no ensino superior quadruplicam. Ministério da Educação.
http://portal.mec.gov.br/
[10] Pachane, G. G. (2003). A experiência universitária e sua contribuição ao desenvolvimento pessoal do aluno. In E. Mercuri, & S. A. J. Polydoro, (Orgs.), Estudante universitário: Características e experiências de formação. Taubaté: Cabral.
[11] Soares, A. B., Poubel, L. N., & Mello, T. V. S. (2009). Habilidades sociais e adaptação acadêmica: Um estudo comparativo em instituições de ensino público e privado. Aletheia, 29, 27-42.
[12] Soares, A. P. (2003). Transição e adaptação ao Ensino Superior: construção e validação de um modelo multidimensional de ajustamento de jovens ao contexto universitário. Dissertação de doutoramento. Braga, Portugal.
[13] Teixeira, M. A. P., Castro, D. G., & Piccolo, L. R. (2007). Adaptação à Universidade em Estudantes Universitários: Um estudo correlacional. Interação em Psicologia, 11, 211-220.
[14] Teixeira, M. A. P., Dias, A. C. G., Wottrich, S. H., & Oliveira, A. M. (2008). Adaptação à universidade em jovens calouros. Psicologia Escolar e Educacional, 12, 185-202.
http://dx.doi.org/10.1590/S1413-85572008000100013                            eww150211lx
Advertisements

发表评论

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / 更改 )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / 更改 )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / 更改 )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / 更改 )

Connecting to %s